Banana Café é uma opção para os amantes de uma boa gastronomia brasileira

252

 Chega em Campinas o Banana Café gastrobar, localizado em uma tradicional esquina do Cambuí, o restaurante chega com um ar descontraído e com uma proposta moderna e requintada. A casa será aberta oficialmente nesta quinta-feira 17/05, mas nós do agenda in, já fomos dar uma conferida com exclusividade.

 O cardápio é muito bem elaborado pelo chef Walter Queiroz. Um dos destaques é a porção  Dadinho de Tapioca, uma mistura inusitada de cubos de tapioca com queijo coalho e uma deliciosa geleia de pimenta dedo de moça, vale a pena experimentar. Outra opções  que experimentamos e gostamos muito foi o Risoto Craprese e uma Linguiça artesanal, simplesmente divina!

Fritas trufada:, Batata crocante com azeite trufado e parmesão

Linguiça artesanal servida na frigideira acompanhada de vinagrete e pão!

Os drinks autorais do premiado barman campineiro Guilherme da Cunha Araújo também fizeram sucesso entre os jornalistas e convidados presentes. O “drink do patinho” Banho Tropical, criado pela Red Bull especialmente para a casa, foi uma das bebidas mais pedidas da noite.

 Uma vegetação marcante e decks com generosas varandas cobertas com toldo retrátil enfatizam a proposta de explorar o ar livre no projeto, que é a de promover liberdade, conforto e bem-estar. A linearidade da arquitetura provoca a mesma sensação na parte interna do restaurante, conquistada pelo aconchego do lounge, do casual chic dos móveis e cobertura nas paredes, ora de quadros e enfeites bem humorados, ora de tecido com estampas tropicais desenvolvido especialmente para o Banana Café.

 Elementos como madeira, bambu verde, tijolos aparentes, aço cortem, balanços confortáveis que descem do teto compõem, com um bar ilha, o visual intenso que se buscava oferecer.

 Os jovens proprietários se empenharam em tornar a unidade “bem campineira”. Para garantir que a casa caísse nas graças de um público tão exigente, nada melhor que entregar o empreendimento nas mãos dos melhores profissionais da cidade. O maior desafio para a Lock foi encaixar as soluções de engenharia no conceito arquitetônico criado pelo escritório Guardini & Stancati dentro do prazo e critérios previstos. O paisagismo, assinado por Daniel Nunes, lança mão de elementos inspirados em referências internacionais – como a escultura composta por uma inusitada árvore de ferro de seis metros de altura – e sela a atmosfera despojada do lugar.

 A iniciativa de abrir filial em Campinas foi de Gustavo Amaral e do empresário André Biazzo, que atuam na cidade com empresa de outro segmento. Acompanham a empreitada da dupla os sócios também na capital Ruly Vieira e Gutti Camargo, além do empresário Vinícius Escremin e outros investidores.

Ao mesmo tempo que propicia aos fãs do Banana Café de outrora a possibilidade de reviver os bons tempos, a marca quer conquistar os mais jovens que não abrem mão da qualidade. “Nosso público conhece as melhores opções gastronômicas da capital. O que fizemos foi trazer a excelência em serviços mais para perto”, afirma Gustavo Amaral.

Serviço:

Banana Café

Endereço: Rua General Osório, 2090, Cambuí, esquina com a Rua Maria Monteiro

Funcionamento: de terça a domingo, sempre das 12h à 1h. Segunda-feira não abre. De terça a sexta, almoço executivo; sábado e domingo, à la carte; de terça a domingo, happy hour e jantar

Estacionamento: Serviço de valet no local