Clássicos natalinos do cinema que merecem ser vistos ou revistos com a garotada

202

Há quem goste, há que não goste tanto, mas claro, Natal não é uma época que passe desapercebida.
Compras, trânsito, calor, férias escolares … será que sobra um tempinho para diversão? Sobra. E muita gente ama ver e rever filmes que se tornaram clássicos e cujo tema é o Natal.
Quem não curtiu na Sessão da Tarde filmes como Esqueceram de Mim e a Rena do Nariz Vermelho? Pensando nisso listei alguns clássicos que eu amo e vocês?

natal

Esqueceram de Mim (1990)

Com o astro mirim Macaulay Culkin é definitivamente um dos maiores clássicos de Natal. Quem não se divertiu vendo Kevin (e se identificou?) sendo deixado para trás pela família durante a partida para as férias de Natal? Sonho de muitas crianças, Kevin é deixado sozinho em casa mas o aparecimento de dois ladrões (super enrolados) complica um pouco seus planos.

natal

Rudolph, A Rena do Nariz Vermelho (1964)

Impossível não se emocionar com a rena fofa da história (Rudolph) que por conta de ser diferente – seu nariz vermelho e brilhante – foi “expulsa” do time de renas que trabalhava com Papai Noel.

natal

Estão Todos Bem (2009)

Mais recente e igualmente tocante, o filme conta a história de um pai viúvo (De Niro) que, aposentado, resolve viajar para encontrar seus filhos na tentativa de uma reaproximação. Após a viagem – nem tão romântica e com alguns momentos tristes – ele resolve chamar os filhos para passarem o Natal com ele.

natal

Um Duende em Nova York (2003)

A partir de um tema inverossímil – um humano que foi criado por um elfo no Polo Norte – a comédia conta a história de Buddy (Will Ferrel) que em meio aos humanos percebe que precisa resgatar alguns aspectos do Natal como amor e solidariedade.

natal

E de todos, o meu preferido: O Natal do Charlie Brown (1965)

O Natal de Charlie Brown que não é filme e sim um “curta” de apenas 25 minutos, não podia ficar fora da lista: primeiro porque é adorável e quem não ama Charlie Brown? O tema também cativa com o pequeno Charlie incomodado com o aspecto excessivamente mercadológico do Natal. Disponível em DVD, nunca foi às telas do cinema, mas impossível não ter visto durante a década de 80 no SBT.

Então é isso….  corre lá e pega a pipoca ou, se preferir, as nozes e as castanhas!

Feliz Natal e até mais!!

Gil Bastos