Consumo Consciente

Consumo Consciente, o que esse termo transmite de mensagem a você?

94
Consumo Consciente: Em Finanças Pessoais, é muito comum ouvir o termo Cortar Gastos, e como eu sempre digo, se houvesse uma receita unica de crescimento nas Finanças Pessoais, não teríamos 63 Milhões de negativados no País, considerando a massiva informação disponível e todas as “receitas de bolo” na internet
Pois bem, apontar o problema é a parte simples da história, mas e a solução? Eu prefiro trocar o termo “cortar gastos” pelo termo “consumo consciente“, fazendo uma analogia as dietas, cortar gastos é como as dietas milagrosas, que fazem você “reduzir” rapidamente mas sem sustentabilidade, ou seja, parou de seguir a regra a coisa incha de novo, e aqui, a coisa é a terrível divida. Tem ainda a questão que gastos fixos não são simples de cortar, aluguel, condomínio, etc. Os cortes são feitos nas coisas “legais”, e a sensação de vida miserável, não é suportável a longo prazo, nosso cérebro grita a frase “eu mereço” e assim novamente a coisa incha.
OK! Entendido, mas como podemos praticar o consumo consciente? Sendo repetitiva, o segredo está no Planejamento
Passo 1 : Avaliação de seus objetivos, e adequação do que pode ser feito no curto prazo, vou considerar que no Brasil, a maioria tem como objetivo de curto prazo sair das dividas ou construir/aumentar a reserva de emergência para não cair em dívidas novamente
Passo 2: Olhe seu guarda-roupa e dispensa, veja se realmente seus gastos estão sendo inteligentes, se tiver coisas vencendo, ou roupas que não usa há mais de 2 anos, sinal que não está praticando o consumo consciente. E aqui uma curiosidade, tenho cliente com comida congelada há mais de 3 anos…
Passo 3: Quando vier a frase “eu mereço” reforce o passo 1, lembre que você merece mesmo realizar seu objetivo e desta forma o impulso poderá ser contido
Passo 4: Cuidado com as seduções de vitrines, anúncios na internet. Se você ainda esta na fase da compulsão, sugiro que espere 24hs antes de efetuar a compra, pode ter certeza que o fator de sedução vai diminuir muito e você vai descobrir que pode decidir pela razão, e não pela emoção
Passo 5: Invista em descobrir quais são seus mecanismos de fraqueza, consumo por impulso que não trazem retorno, viram acumulo, podem ser evitados ou reduzidos.
Não adianta picotar cartão de crédito, cortar todas as saídas de lazer e viver em casa sob stress. O consumo consciente vai te evitar sentimentos de arrependimento, sentimento de culpa, vai até elevar sua auto-estima, afinal você será 100% dono ou dona de seu sucesso!
E se você tem algum episódio que praticou o consumo consciente e teve muito orgulho de si mesmo (a), me mande um direct que quero saber

Você também poderá gostar:

Metas para 2019: Sonhos não devem ser engavetados!

Lisa Dossi do Portal de Finanças Femininas Sempre Valiosas

@semprevaliosas

Email: contato@semprevaliosas.com.br