Home / COLUNAS  / Importância do Treinamento de Força para Mulheres

Importância do Treinamento de Força para Mulheres

O treinamento de força é permitido para mulheres de todas as idades, com o benefício de manter um condicionamento muscular suficiente para adquirir mais resistência e força, minimizando o risco de lesões, aumentando o tônus

treinamento de força

O treinamento de força (musculação) é utilizado para ganho de força, potência e massa muscular (hipertrofia muscular). Para que esses ganhos aconteçam, o corpo todo passa por um processo de adaptações neurais e fisiológicas, que como consequência essas adaptações proporcionam a conquista dos objetivos desejados do treinamento. O treinamento de força proporciona um aumento metabólico, no qual gera um maior gasto energético diário, resultando na diminuição da massa corporal gorda.

A força muscular dos membros superiores das mulheres é menor que a dos homens, tanto em força absoluta como relativa, considerando-se peso corporal ou massa magra. Em relação a membros inferiores tanto em valores absolutos quanto em relativos à força entre os sexos não possui muita diferença, mas em relação à massa do corpo isentam de gordura, as mulheres em muitos casos são até mais fortes que os homens.

Estudos mostram que o grau de hipertrofia em mulheres, geralmente, não é da mesma magnitude que ocorre em homens, mesmo quando ambos obtêm similares ganhos de força. Nos homens o nível de hormônio testosterona encontrada são maiores que nas mulheres e durante o treinamento não alteram como acontece nos homens. É por estes motivos que o treino de força para mulheres deve ser específico e voltado à essas características.

O treinamento de força é permitido para mulheres de todas as idades, com o benefício de manter um condicionamento muscular suficiente para adquirir mais resistência e força, minimizando o risco de lesões, aumentando o tônus muscular. O benefício para realizar todas as tarefas do cotidiano é muito maior se comparado às mulheres treinadas com as que não praticam nenhuma atividade. Além disso, poderá ajudar aquelas mulheres que apresentam osteopenia, aliviando as dores nas articulações, além de aumentar e densidade óssea, consequentemente diminuindo os riscos de apresentar no futuro uma osteoporose.

Grande parte das mulheres deseja uma resposta muito rápida no treinamento de força, em especial glúteo, coxa, abdômen. Porém, é importante lembrar que a iniciante respeite o período de adaptação, é fundamental a execução de exercícios de forma correta. A concentração durante o treinamento ajuda em recrutar um maior número de unidades motoras e na postura correta, minimizando o risco de se lesionar. Nas primeiras semanas o treinamento deve ser executado lentamente, de acordo com suas adaptações e só assim deve-se progredir de forma gradual.

O treinamento de força para mulheres, desde que desenvolvido com a orientação de um profissional de educação física, traz benefícios significativos, pois proporciona gradativamente um aumento de força e hipertrofia muscular, reduzindo assim o percentual de gordura corporal auxiliando na manutenção do peso, melhorando a postura, ajudando nas tarefas executadas diariamente. É essencial o conhecimento dos princípios básicos do treinamento: intensidade, volume, periodização, períodos de descanso. Esses fatores ajudam para que o treinamento possa produzir as mudanças desejadas na composição corporal.

Até mais!

Andrea Vidal

 

contato@agendain.com.br.md-80.webhostbox.net

})(jQuery)