Pré e Pós Operatório: otimize os resultados da sua cirurgia

343

Pós Operatório: Inúmeros fatores estão ligados ao sucesso de uma cirurgia plástica e o tratamento estético é um importante coadjuvante para a obtenção de um bom resultado.

No pré-operatório, procuramos melhorar as condições da pele e dos tecidos da região a ser operada.

Já no pós-operatório, o objetivo é a estimulação local, a regressão do edema e da dor (principalmente quando há áreas lipoaspiradas) e a obtenção de um melhor resultado no processo de cicatrização, reduzindo o período de convalescença.

As técnicas a seguir podem ser realizadas até dois dias antes da cirurgia:

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL OU ELETRÔNICA: preferencialmente manual, objetivando diminuir a espessura do tecido abdominal para direcionar o fluxo linfático e diminuir o líquido intersticial excedente; aumentar a elasticidade do tecido e facilitar sua retirada durante o ato cirúrgico.

MASSOTERAPIA: não se pode negar o efeito benéfico do toque entre o terapeuta e o paciente no período que antecede o ato cirúrgico. O objetivo é incrementar a circulação sangüínea e linfática, melhorar a penetração de produtos nutritivos e hidratantes que irão preparar a pele para cirurgia, conscientizar a respiração e a postura por meio de estímulos táteis e produzir relaxamento físico, aliviando assim a ansiedade e a tensão.

VACUOTERAPIA: podem ser realizadas sessões de vacuoterapia com o objetivo de diminuir o panículo adiposo, melhorar a elasticidade e vascularização da pele e diminuir o líquido intersticial excedente. O procedimento deve ser realizado com habilidade para não provocar hematomas ou edemas prévios à cirurgia. A vacuoterapia deve ser aplicada até três dias antes da cirurgia. Segundo alguns cirurgiões, deve-se evitar a hipervascularização próxima à data do ato cirúrgico para diminuir os sangramentos.

Duração e freqüência: deve ser realizado no mínimo 3 sessões antes da cirurgia, com duração de 1 hora cada sessão.

As técnicas que podem ser utilizadas no pós operatório são:

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL: Após a liberação do médico responsável, pode-se iniciar a massagem de Drenagem Linfática Manual clássica ou reversa, dependendo do local das incisões, com movimentos rítmicos e suaves, que atua de forma eficaz na drenagem do edema proveniente do ato cirúrgico, com efeitos diretos na circulação sangüínea, no metabolismo, na desintoxicação do tecido, melhorando a nutrição das células. A execução de manobras de drenagem no pós-operatório imediato apresenta grandes benefícios para a prevenção e tratamento das seqüelas provenientes do ato cirúrgico.

MANTHUS – ULTRASOM: a utilização do Ultrasom está vinculada diretamente ao processo de cicatrização, pois melhora tanto a circulação sangüínea quanto a linfática, proporcionando uma melhor nutrição celular e melhor reabsorção de hematomas e equimoses, já que a sua evolução concorre para a formação de fibroses.

VACUOTERAPIA: para estimular a neovascularização e promover a Drenagem Linfática.

Duração e freqüência: devem ser realizadas no mínimo 10 sessões, com duração de 1 hora cada sessão.

A falta, o atraso e até a ausência desses tratamentos podem acarretar na formação de fibroses, aderências, cicatrizes inestéticas, queloides, bem como distrofias irreversíveis. Por meio dos procedimentos pré e pós cirúrgicos, é possível minimizar as queixas e otimizar os resultados da cirurgia, diminuindo o desconforto e os traumas para o paciente.

Agende um horário com Marlene Santos pelo telefone: (19) 3876-6949 ou (19)  99578-9701

peeling