Sustentabilidade: Quanto tempo ainda resta para você ficar obsoleto?

85

Sustentabilidade: Estava me inspirando para escrever esse artigo e me lembrei de um livro que estou acabando de devorar chamado “Gestão do Amanhã”, presente de Natal do meu pai.

Coincidência ou não, tenho me deparado com palestras e textos incríveis a respeito de profissões e seguimentos que serão imprescindíveis para os próximos anos e os que não vão mais existir em pouco tempo.

O que me chama a  atenção é a quantidade enorme de profissões e serviços que vão desaparecer nos próximos anos, onde antigamente falávamos desse tema nos referindo a 20, 30, 50 anos; agora, estou me referindo a um futuro muito próximo, onde percebo que meu filho, no segundo colegial, está aplicando para um seguimento que nos próximos 5, 10 anos não existirá mais. Estão falando que 80% das matérias que nossos filhos estudam hoje para o vestibular não existirão mais daqui a 10 anos! Ou seja, quando nossos filhos se formarem, as profissões que eles estudaram por 5 anos estarão obsoletas.

Esse dado é no mínimo assustador.

Precisamos abrir os olhos agora. Hoje.

Fico refletindo o quanto esses dados refletem na nossa realidade onde as pessoas sequer se dão ao luxo de sustentarem um diálogo olho no olho ou demonstram qualquer interesse no outro, em um relacionamento menos pessoal possível onde um aplicativo de conversa ou relacionamento torna as pessoas tão corajosas e mal educadas, até. E pior, se dizem íntimas desses  “amigos”.

Estamos vivendo em um mundo onde há um “delivery” de comida em que o motorista não existe mais. Sim, isso é realidade e não mais um filminho que postam nas redes sociais referindo-se a protótipos.

Numa realidade em que profissões braçais são substituídas por robôs de altíssima performance e relacionamentos virtuais cada vez mais valorizados, fico pensando aqui com meus botões e meu livro no colo:

Aonde está aquele prazer em cuidarmos do outro, em olharmos dentro dos olhos e perguntar o que ele deseja, seja um cliente, um parente ou um amigo, atender, oferecer algo cada vez mais raro que espero o dicionário não apague na letra “r” :  relacionamento?

Um beijo,

 

Ana Zalaquett

Atendimento ao Cliente com Excelência de A a Z