TREINAMENTO DE RESISTÊNCIA: QUAL O SUCESSO?

48

São alguns fatores que determinam a melhoria da resistência. A resistência se caracteriza pelas possibilidades de o praticante realizar o treino durante um trabalho prolongado. A realização de qualquer trabalho exige determinados gastos de energia, a única fonte direta de energia para a contração muscular é o ATP.

E quais são os meios e particularidade para o treino de resistência?

O principal problema na seleção dos meios para o treinamento de resistência está ligado a determinação do nível de intensidade e de duração do exercício. A elevação da resistência está ligada não só a elevação das possibilidades funcionais de certos órgãos ou sistema mas também a todo um complexo de mudanças interligadas no organismo humano, porém é importante a aplicabilidade de cargas de treinamento e orientação. O controle da intensidade de trabalho, se assegura pela FC (frequência cardíaca).

A duração do exercício, o número de repetições e a duração dos intervalos para descanso. Entre diferentes exercícios, precisam ser escolhidos de acordo com os mecanismos de fadiga que determinam a orientação do efeito de treino de resistência, os exercícios podem ser diversificados. Como por exemplo lutas, ginásticas, musculação, corridas, natação e etc.

Os exercícios visam aumento das possibilidades e deve ser assegurados o volume de treino e adequado. A metódica de treino também conta. Representando a combinação adequada aos sistemas aeróbicos e anaeróbicos. Estas cargas, aplicadas durante um período prolongado de tempo. Asseguram as mudanças favoráveis e estáveis de adaptação a todos os níveis sistemáticos do organismo do homem. Assim temos uma melhora das possibilidades do sistema de respiração e aumento do volume de sangue circulante.

Super texto da Coluna em Movimento de Marina Gomide.
Email: gomide_m@hotmail.com

Instagram: @ma.personal